A IMPORTÂNCIA DO LIVRO DOS ESPÍRITOS



Por: Edwin Felipe


Nos tempos passados da Igreja Cristã, as cartas de Paulo para várias comunidades eram lidas e refletidas para as orientações devidas e o primeiro culto do evangelho no lar, na casa de Pedro, mostra a importância do estudo em família que tentamos repetir até os dias de hoje. Seguindo a prática do cristianismo puro, os Espíritas têm mantido estudos com este sistema, intencionados a continuar o ensino religioso e buscar direção na vida espiritual.


Conforme os ensinamentos espirituais, “nós, espíritas, somos induzidos a estudar voluntariamente porque sabemos que o Espiritismo é luz no coração e no espírito. O estudo deve ser para nós obrigação, em qualquer idade ou circunstância da vida”. Diz Emmanuel no livro Estude e Viva.


O Espiritismo que se conhece hoje, codificado por Allan Kardec no século XIX, tem, como ideia, há muito mais tempo. Pode-se dizer que, desde os primórdios, os pensamentos espíritas já estavam a pairar, pois a reflexão com a vida futura e o envolvimento com a vida espiritual eram assuntos também no passado.

Ao decorrer da história da humanidade, muitos tentavam levar alguma luz sobre o assunto. Esses ensinos, contudo, foram ocultados por diversos motivos, dependendo até da época em que fosse levantado, acabou que a humanidade ficou numa total ignorância com relação à reencarnação e à possibilidade de comunicação com o mundo espiritual.


Mas hoje como base Cristã, o Espírita tem como fonte doutrinaria e o marco deste ensino de forma direcionada em O Livro dos Espíritos (Le Livre des Esprits) uma obra esclarecedora da Doutrina Espírita. Ele foi escrito e publicado pelo francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, sob o famoso e mundialmente conhecido pseudônimo Allan Kardec.


É certamente uma das obras básicas e fundamental da doutrina espírita, O Livro dos Espíritos foi publicado a mais de um século e meio, para ser mais exato no ano de 1857. Na introdução dele, Allan Kardec desenvolve a tese de que Sócrates e Platão foram os precursores da ideia cristã e do Espiritismo além de conter princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as Leis Morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da humanidade. Tudo isso segundo os ensinamentos dos Espíritos Superiores, através de diversos médiuns, recebidos e ordenados por Allan Kardec.


Entende-se que, devemos começar e ter como base essa codificação para entender a Doutrina Espírita pelo O Livro dos Espíritos. Se nossa intenção e fazer um estudo aprofundado do Espiritismo, devemos começar a nossa reflexão pelas questões ali respondidas, no sentido de matar a nossa curiosidade para o estudo de assuntos mais específicos, como é o caso da mediunidade e de outros aspectos da moral desta crença.


Diz o ditado que "sempre chegamos tarde às verdades mais simples". Da mesma forma o nosso crescimento moral e espiritual. Porém, quando nos comprometemos com o valor inestimável dos livros da codificação, vamos descobrindo uma riqueza interior que nunca poderão nos arrancar.


Onde estivermos, o conhecimento estará também.

39 visualizações

Mapa do Site

Formas de pagamento:

ATENDIMENTO:

Telefones: 

22  2724-0945

22  2731-2314

Whatsapp:

22  99890-7455

Redes Sociais

  • Facebook
  • Youtube
  • Instagram
  • Twitter
  • Blog

Clube do Livro LETRA ESPÍRITA

Levando até você conteúdos que iluminam

CNPJ: 13.022.435/0001-89

Caixa Postal  116764

Campos dos Goytacazes/RJ

28027-970

WhastApp 1.jpg