Vício em Pornografia



Por: Jéssica Araújo

‘’Tudo me é permitido, mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas eu não deixarei que nada me domine’’- 1 Coríntios 6:12


A palavra vício pode ser definida como, hábitos repetitivos que denigrem o indivíduo e traz prejuízos não somente a ele, mas para todos do seu convívio. Existem inúmeros tipos de vícios como o tabagismo, drogas, bebidas, comidas, mas hoje vou abordar um assunto não muito exposto e discutido que é sobre o vício pornográfico.


Quando falamos e pensamos sobre algo pornográfico, logo imaginamos o assunto sobre sexo, que atualmente existem muitas divulgações, mas não uma educação clara; mas sexo e pornografia são a mesma coisa? Não.


O sexo é um ato natural que faz parte de toda a humanidade, sem ela não seria possível nossa existência, somos concebidos através do ato sexual, do laço afetivo entre duas pessoas, com amor, por respeito mútuo, não é um erro, nem um pecado. Deus não pune o sexo, mas isso ainda é um tabu entre as pessoas. O ato sexual gera uma grande troca energética, pois essa energia é a que nos move para trabalhar, desenvolve nossa criatividade, através dela pode se conceber uma nova vida, e essas trocas energéticas ficam marcadas em nosso perispirito durante muito tempo, por isso é muito importante saber com quem você está trocando energia, pois do contrário de renovar ela pode sugar suas energias vitais.


Já a pornografia é um ato obsceno, uma devassidade sexual, não existe intimamente o amor puro, o respeito entre partes, é apenas um ato por puro prazer. Em uma sociedade ainda machista, é enraizada a cultura onde o filho deve ser estimulado sexualmente desde novo através de fotos, vídeos, brincadeiras, e que é ‘’ normal o homem’’ ter esse contato apelativo em sua criação. Com o passar do tempo algo que parecia tão insignificante e corriqueiro já virou uma necessidade para sua satisfação.


O modo de consumir pornografia mudou completamente com o passar dos anos e a chegada da era digital, onde tudo está em suas mãos e de fácil acesso, a qualquer hora e lugar, fora ou dentro de casa, através de sites pornográficos, programação na televisão, e até em novelas existe o apelo sexual obsceno, e é visto de forma natural. A moral e valores da sociedade se confunde, onde a educação sexual é necessária é um tabu, e em contrapartida são expostas as pornografias em novelas, em músicas com palavras de desvalorização moral, dentro do seio familiar.


Ao pensarmos em mulheres e homens viciados em pornografia, ao primeiro instante nos remete a satisfação do seu prazer sexual, o viciado em pornografia não tem limites, não sacia suas vontades, e isso interfere em suas relações familiares, profissionais, e consigo mesmo pois nunca está satisfeito, entretanto não é apenas fisicamente seu vício, a sua doença, pois ao acessar fotos e vídeos, os pensamentos obscenos começam a se formar, e essa imaginação erótica é o combustível para se acender ao desejo sexual primitivo e promíscuo, tornando suas vibrações desequilibradas e baixas, abrindo seu campo magnético para vibrações semelhantes. Sabemos que semelhante atrai o semelhante, e que nunca estamos sozinhos, seria um grande engano pensar que em um momento de vício sexual também estaríamos sozinhos. Os seus pensamentos formando imagens promíscuas, vibra e atrai espíritos afins que também mesmo desencarnados são viciados em pornografia, e ocorre a obsessão e o vampirismo, e é forma mais perigosa dessa ligação pois se dá através de ideias e pensamentos.


Esses espíritos que já desencarnaram e encontra-se perdidos no umbral, tem a necessidade de satisfazerem seus desejos, ao perceberem os encarnados na mesma faixa vibracional se aproximam e influenciam seus pensamentos para que cada vez mais o obsediado se vicie, se escravize diante de seus próprios desejos, prejudicando sua rotina. E não é apenas acordado que esses espíritos os influenciam, ao dormir nosso espírito não repousa, e esse entendimento é esclarecido em O Livro dos Espíritos na questão 401: ‘’Durante o sono, a alma repousa com o corpo? Não, o Espírito já mais está inativo. Durante o sono, afrouxam-se os laços que o prendem ao corpo e, não precisando este então da sua presença, ele se lança pelo espaço e entra em relação mais direta com os outros Espíritos.’’

A rotina de pensamento dessa pessoa, é apenas uma, o sexo, e sendo obsediada os espíritos a esperam dormir, para vampirizar suas energias, levando em lugares promíscuos, onde se assemelham a esse plano, realizando suas fantasias intimas mais obscuras, quantos que por falta de estudos, acham que são apenas sonhos e no dia seguinte ao acordar se sentem esgotados, cansados, sem energia, o sono nos foi dado para reparamos nossas forças orgânicas e sem essa reposição começam a surgir as doenças na matéria, pois o perispirito já adoeceu. O vício vai contra a sua evolução moral e espiritual.


Os desejos e paixões são sentimentos que nós encarnados vivenciamos, são lacunas morais que nos afastam da nossa realidade, da nossa verdadeira morada que é a espiritual, na passagem bíblica diz: ‘’ Porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo’’ João 2:16.


Conforme nosso grau de evolução na hora do nosso desencarne a passagem será tranquila, serena ou perturbadora. Lembre-se que somos seres espirituais e o objetivo do nosso reencarne é nossa evolução espiritual e moral, que todos os dias enfrentamos obstáculos, que a nossa força de vontade e perseverança para o bem nos transforma, e que mesmo diante das tentações terrenas, que são muitas, não pertencemos a esse plano de provas e expiações.


Eleve seus pensamentos, faça uma prece diante dos desejos incontroláveis, sintonize-se com espíritos do bem, pois a todo momento eles auxiliarão, mas depende apenas de você a mudança na sua vida, de seus vícios, confie!


‘’Quando o homem se encontra, de alguma forma, imerso na atmosfera do vício, o mal não se torna para ele uma atração quase irresistível?


-Atração sim, irresistível, não; pois em meio a essa atmosfera de vício, algumas vezes encontras grandes virtudes. São Espíritos que tiveram a força de resistir, e que, ao mesmo tempo, tiveram por missão exercer uma boa influência sobre seus semelhantes.’’ O Livro dos Espíritos, questão 645.


Referencias:

https://www.bibliaonline.com.br/acf/rm/12, acesso 03 out.2019

KARDEC, Allan, O Livro dos Espíritos, 1º edição eletrônica, editora EME.

931 visualizações

Mapa do Site

Formas de pagamento:

ATENDIMENTO:

Telefones: 

22  2724-0945

22  2731-2314

Whatsapp:

22  99890-7455

Redes Sociais

  • Facebook
  • Youtube
  • Instagram
  • Twitter
  • Blog

Clube do Livro LETRA ESPÍRITA

Levando até você conteúdos que iluminam

CNPJ: 13.022.435/0001-89

Caixa Postal  116764

Campos dos Goytacazes/RJ

28027-970

WhastApp 1.jpg