SEGUIR A JESUS


Por: Juliana Procopio

Seguir a Jesus! Quantos de nós acreditamos que seguimos a Jesus, que Ele é nosso exemplo e caminho. No entanto, “Somos uma nação predominantemente cristã, todavia, nosso proceder denuncia profundo afastamento das lições sublimes trazidas por esse ser admirável e puro, há cerca de dois mil anos”. Neto, 2018.

Seguir a Jesus é muito maior do que seguir a qualquer religião Cristã. Seguir a Jesus é buscar compreender suas lições e realiza-las de coração aberto buscando o real significado de suas palavras.

Seus ensinamentos demonstram amor, Suas atitudes trazem exemplos de amor, Seu caminhar foi de amor ao próximo. Não há como seguir a Jesus se não for por amor. O amor do perdão, da caridade, do olhar o outro como um ser em evolução assim como nós.

De fato, para nós, seres em evolução, não é um caminho fácil, visto que somos ainda imperfeitos e nos pegamos em erros constantemente, mas a partir do momento que nos reconhecemos como tal e buscamos o caminho do perdão, para o outro e para nós, nos aproximamos um pouco mais de Jesus.

“Não procureis, pois, o primeiro lugar na Terra, nem queirais sobrepor-vos aos outros, se não quiserdes ser obrigado a descer. Procurai, pelo contrário, o mais humilde e o mais modesto, porque Deus saberá vos dar um mais elevado no céu, se o merecerdes”. Neto, 2018.

Um coração puro reflete a luz divina e afasta de si Espíritos impuros que podem influenciá-los ao mal, mas ao fazermos o mau uso do nosso livre arbítrio nos aproximamos dos mesmos e isso devemos ter bem claro, é uma escolha nossa. Devemos, portanto, vigiar e orar. Ser atentos a nossas atitudes, palavras e pensamentos, assim buscando sempre o equilíbrio e os bons pensamentos.

Jesus nos ensinou a sermos pacificadores buscando a evolução moral, lutando pela paz e a ajuda ao próximo. Ensinou-nos com seu exemplo de amor a humanidade que mesmo sofrendo a maior das injustiças – sendo inocente – não levantou em nenhum momento a voz contra seus algozes. Ele não espera que soframos as injustiças calados, mas que não nos rebelemos na mesma intensidade contra quem nos ataca. Lembremos que cada um só pode oferecer aquilo que tem e quando nos equiparamos ao erro do outro deixamos de ajudar e ser ajudados para nos tornarmos algozes.

“Se você é um cidadão de bem, que se esforça para amar profundamente o que faz e dispõe a servir voluntariamente, em suas horas livres, com devotamento sincero e espírito de renúncia, você está no caminho do servo bom e fiel. Caso contrário, aperte o passo, enquanto existe tempo de ‘lucrar’ os talentos espirituais”. Neto, 2018.

Parece ilógico para muitos, mas retribuir na mesma moeda, “olho por olho, dente por dente”, é deixar de lado os ensinamentos do Cristo. Esses pensamentos remontam a períodos antigos a nossa história enquanto humanidade, e os quais Jesus derruba com seu maior mandamento, “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao teu próximo, como a ti mesmo”. Se nos propormos a seguir a Jesus, esse é sem dúvida o nosso Norte a seguir.

O endereço mais difícil é o lugar do outro”. Neto, 2018.

Realmente não é fácil nos colocarmos do lugar do outro, mas a partir do momento que essa atitude passa a ser um exercício constante em nossa vida, começamos a entender a dinâmica da vida e viver nossas provas com mais serenidade.

Olhar nosso semelhante com o olhar do perdão é a maior caridade que podemos oferecer. Somos todos seres em construção. Se estamos aqui é por que temos muito o que aprender e para muitos, há muitos resgates a fazer, portanto busquemos em nossas atitudes diárias não nos esquecer de buscar exercitar o amor ao próximo com o coração aberto.

“É dando que se recebe, ou seja, o que oferecemos à vida, a vida restitui”. “Devedores perante a Lei, a misericórdia por nós operada voltará em nosso benefício, atenuando os nossos débitos”. Neto, 2018.

Sabemos que não é uma tarefa fácil, e Deus não espera de nós a perfeição imediata, pois conhece nosso coração. Ele apenas espera que busquemos a mudança todos os dias, que corrijamos nossas atitudes erradas sempre que percebamos o erro, pois ainda erraremos muito.

“A humildade é virtude essencial na vida do cristão. Dela, o Cristo dá exemplo, durante toda a sua vida, desde o nascimento, num tabuleiro reservado para colocar comida aos animais, até o desfalecimento numa cruz, suplício reservado às criaturas mais desprezadas da época”. Neto, 2018.

Portanto meus irmãos, seguir a Jesus nem sempre nos parecerá fácil, mas o sentimento de felicidade que vai crescendo dentro de nós ao começarmos a realizar essa jornada com Ele é fantástico. Não há como nos dizermos cristãos e não seguir seu exemplo de amor ao próximo visto que “não existe fonte alguma além da exemplificação de Jesus, no seu Evangelho de Verdade e Vida” que nos sirva de exemplo e caminho a seguir.

Seguir a Jesus, portanto, é seguir ao seu exemplo.

Que sejamos luz por onde caminhamos e que possamos ser um pouquinho de Jesus todos os dias.


==========

Referências:

NETO, Joaquim Bueno - Hoje com Jesus. Editora IDE. 1ª Edição - março/2018.

O Evangelho Segundo o Espiritismo. Mundo Maior Editora. In https://espirito.org.br/wp-content/uploads/2017/05/O-Evangelho-Segundo-O-Espiritismo.pdf

37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo